Sobre a ASPOC

A ASPOC, Associação Portuguesa de Cunicultura, fundada a 13 de setembro de 1991, é uma Associação de âmbito nacional, dotada de personalidade jurídica, privada e sem fins lucrativos, cujo objetivo é a representação e defesa dos interesses dos cunicultores portugueses, tendo como fim principal o desenvolvimento técnico-económico, a formação profissional e a promoção da carne de coelho.

A ASPOC procura ser uma peça crucial nas estratégias que visem promover o consumo da carne de coelho junto dos consumidores, como um produto nacional de elevada qualidade e segurança. Pretende ainda assumir-se como uma associação que defende os produtores e acima de tudo, que estes vejam nela um parceiro para promover um futuro sustentável para o sector da cunicultura em Portugal.

A 8 de dezembro de 2015 a ASPOC procede à alteração/atualização dos seus estatutos, de modo a reforçar essa sua identidade de associação de produtores, ou seja, uma organização profissional de produtores de coelho de carne.

Com dados referentes a dezembro de 2015, a ASPOC tinha um total de 79 (setenta e nove) associados, dos quais 62 (sessenta e dois) associados efetivos (produtores de coelho de carne) e 17 (dezassete) associados agregados que são entre outros, técnicos veterinários, fábricas de alimentos compostos, matadouros e centros de inseminação e multiplicação.

Em termos de produção industrial de coelho de carne, os associados da ASPOC representam um efetivo de 61 600 coelhas reprodutoras, de um total nacional de 96 000/102 000 ou seja, representam 60,4% / 64,2% do volume da produção nacional.

Em termos de explorações industriais de coelhos de carne, a ASPOC representa 62 (sessenta e duas) explorações de um total nacional de 130/138 ou seja, 44,9% / 47,7% do total de explorações industriais de coelhos de carne existentes.

As Jornadas ASPOC

Desde 2009 a ASPOC aceitou o desafio de realizar anualmente as Jornadas de Cunicultura, tendo como principal objetivo a criação de um espaço de obtenção de conhecimentos sobre o sector e a produção de coelhos. Consciente nas dificuldades e desafios com que o sector atravessa, a ASPOC tem delineado em cada ano um programa direcionado para toda a cadeia produtiva. Atendendo à evolução dos mercados e de todo o sector, a ASPOC assumiu nestes últimos anos direcionar-se também para a promoção do consumo da carne de coelho, carne saudável, carne de excelência.

Assim, continua a ser nossa pretensão adaptar, em cada ano, o formato daquele que acreditamos ser um marco para o sector da cunicultura em Portugal – As Jornadas de Cunicultura da ASPOC.


  • aspoc

VIII Jornadas da ASPOC - 2016

As VIII JORNADAS DE CUNICULTURA DA ASPOC tiveram lugar na Alfândega do Porto, a 9 de novembro de 2016. Com o intuito de promover a discussão sobre os desafios do setor da cunicultura, e colocando em diálogo aberto técnicos e profissionais da área em questão, o evento teve o sucesso esperado, servindo de interface de partilha de contactos, experiências e conhecimentos relativos ao setor da produção de carne de coelho. A edição de 2016 contou com aproximadamente 400 participantes, que durante um dia de intensa programação, trouxeram para o debate questões atuais e relevantes, sempre à luz do tema  “Produzir com eficiência, um desafio do futuro”. 


  • VIII jornadas
  • plateia 2

Edição de 2017

As IX Jornadas de Cunicultura da ASPOC já estão em preparação! Continue a acompanhar o site, em breve será disponibilizada informação sobre a edição de 2017. 


  • apresentação 2017
  • jornadas 2016

Comissão Organizadora

  • Firmino Sousa
  • António Fernandes
  • Nuno Rego
  • Ana Rita Herdade
  • Cláudio Barreira
  • Pedro Mendes
  • Rui Gonçalo
  • Dinis Arribas

Comissão Científica

Edgar de Santa Rita Vaz

licenciado em Engenharia Zootécnica e Mestre em Produção Animal, pela Faculdade de Medicina Veterinária - Universidade Técnica de Lisboa. É Professor Adjunto na Escola Superior Agrária de Castelo Branco - Departamento de Ciências da Vida e dos Alimentos, onde lecciona disciplinas relacionadas com a fisiologia animal, nutrição animal, produção de aves e coelhos e tecnologia alimentar. Desenvolve actividade de investigação em cunicultura, sobre reprodução.



Jorge Belarmino Ferreira de Oliveira,

licenciado em Engenharia Zootécnica, Mestre em Produção Animal e Doutorado em Ciência Animal pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. É Professor Adjunto da Escola Superior Agrária de Viseu do Instituto Politécnico de Viseu, onde é Director do Curso de 1.º Ciclo de Ciência e Tecnologia Animal e lecciona disciplinas relacionadas com o melhoramento animal e produção de coelhos e aves. Desenvolve investigação em produção animal e outras áreas das biociências.


José Pedro Pinto de Araújo,

licenciado em Ciências Agrárias-Produção Animal pela Universidade dos Açores, mestre em Tecnologias de Produção Animal pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e doutorado pela Universidade de Santiago de Compostela. É professor adjunto na ESA/IPVC no Grupo Disciplinar de Ciências Agronómicas e Veterinárias, onde leciona disciplinas relacionadas com a produção de monogástricos e de zootecnia. Coordenador da Área Científica das Ciência da Vida e da Terra. Desenvolve a sua atividade de investigação com raças autóctones, no bem-estar animal, qualidade da carne e agricultura biológica. pedropi@esa.ipvc.pt


Luisa Almeida Lima Falcão e Cunha

licenciada e doutorada em Engenharia Agronómica, pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA), Universidade Técnica de Lisboa. É Professora Associada com Agregação no Departamento de Produção Animal do ISA, onde lecciona disciplinas relacionadas com a nutrição e alimentação animal e produção animal. Desenvolve actividade de investigação sobre a nutrição e alimentação do coelho.


Maria Rosa Rebordão Cordeiro Simões Crisóstomo,

licenciada em Medicina Veterinária, Mestre em Produção Animal, pela Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa. Frequenta neste momento o programa de Doutoramento em Ciências Veterinárias, especialidade em Ciências Biológicas e Biomédicas, da Universidade de Lisboa. É Professor Adjunto no Departamento de Zootecnia da Escola Superior Agrária de Coimbra, onde lecciona disciplinas relacionadas com anatomia e fisiologia, reprodução e nutrição animal e cunicultura. Desenvolve actividade de investigação em reprodução animal.


Victor Manuel de Carvalho Pinheiro

licenciado em Engenharia Zootécnica e doutorado em Ciência Animal, pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). É Professor Auxiliar no Departamento de Zootecnia da UTAD, onde lecciona disciplinas relacionadas com a fisiologia animal e produção de coelhos. Desenvolve actividade de investigação em cunicultura, sobre nutrição e alimentação, sistemas alternativos de alojamento e qualidade da carne.

Parceiros Platina

Oradores Convidados

Francisca Martins

Helena Vala

Jaime Piçarra

Joël Duperray

Luc Maertens

Maria Cândida Sâncio da Cruz

Nuno Francisco Fonte Santa Alegria

Victor Pinheiro

Programa

8H30 - Abertura do secretariado 

Boas Vindas e Abertura das Jornadas

Sessão I - Bem-estar animal

Moderador: José Pedro Pinto de Araújo, Professor Adjunto ESA/IPVC

Sessão II - Maneio e nutrição em cunicultura

Moderador: Edgar de Santa Rita Vaz , Professor Adjunto ESACB/IPCB

Sessão III - Patologia

Moderador: Jorge Belarmino Ferreira de Oliveira, Professor Adjunto ESAV/IPV

Mesa Redonda - Cadeia de valor da fileira e promoção da carne de coelho

Moderador: Engº Jaime Piçarra, Secretário Geral da IACA

Engº Nuno Manana), Chefe de Divisão de Organização da Produção Agroalimentar, GPP;

Engª Anabela Piçarra, CAP;

Dr Paulo Alves, R.2 Comunicação e Publicidade lda.;

Dr Luís Reis, AICEP Portugal Global;

Firmino Sousa, Presidente da ASPOC.

     

Jantar comemorativo dos 25 Anos da ASPOC

Parceiros Ouro

Contacto

eventQualia (secretariado oficial)

Formulário de contacto (preferencial):